Chefe regional da Sanepar fala sobre falta de água em São Miguel do Iguaçu

Compartilhe:

Moradores de São Miguel do Iguaçu estão sem água desde o último sábado, dia 18. Em algumas unidades consumidoras o fornecimento voltou a acontecer entre a noite de domingo, 19, e a manhã de segunda-feira, 20, porém, alguns locais continuam sem água neste fim de manhã.

Segundo nota da Sanepar, um problema no sistema de bombeamento acabou afetando o fornecimento de água no município.

O chefe do escritório regional de Foz do Iguaçu da Sanepar, Nilton Perez, conversou com a equipe de reportagem do Costa Oeste News na manhã desta segunda-feira, 20, e falou sobre a situação. (Entrevista no áudio abaixo)

Segundo ele, a bomba submersa do poço principal que atende o município acabou queimando no sábado, 18, e o trabalho para substituição começou no mesmo dia. O problema é que houveram contratempos no momento da substituição da mesma tanto no sábado, como também no domingo, 19, quando uma equipe de Cascavel foi acionada para apoio.

Em um trabalho de ‘manobras de abastecimento’, medidas paliativas estão fazendo com que o fornecimento de água volte para algumas residências, até a conclusão da troca da bomba queimada, o que deve ocorrer entre a tarde e o início da noite desta segunda-feira, 20, através de uma equipe que se desloca da cidade de Toledo.

A previsão é de que o fornecimento de água seja reestabelecido totalmente entre a noite de segunda e a madrugada de terça-feira, 21.

Nilton Perez também falou sobre constantes faltas de água que aconteceram principalmente no início do ano em regiões da cidade, como, por exemplo, Bairro Paraguaçu e Rua Floresta. Segundo ele, o rompimento de uma rede que faz a ligação de água entre as regiões fez com que os problemas acontecessem. De acordo com Perez, a situação foi resolvida.

Fonte: GuiaSMI