Gaeco e Corregedoria da PM fazem operação em investigação sobre mortes e incêndio

Compartilhe:

O Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e a Corregedoria da Polícia Militar cumprem na manhã desta quarta-feira, 18 de setembro, 19 mandados de busca e apreensão no âmbito da segunda fase da Operação Tális, que investiga mortes e um incêndio ocorrido na Vila Corbélia, em Curitiba.

Todos os mandados estão sendo cumpridos em residências de policiais militares na capital (16), em Araucária (1), em Ponta Grossa (1) e também em São José do Seridó (1), município do Rio Grande do Norte.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba. As investigações, que correm sob sigilo, apuram as circunstâncias das mortes ocorridas nos dias 6 e 7 de dezembro de 2018 na Vila Corbélia, na Cidade Industrial de Curitiba.

Na ocasião, um policial militar e dois moradores da vila foram mortos e um motorista de aplicativo ficou ferido a tiro. Além disso, houve um incêndio que consumiu cerca de 300 de moradias.

Portal Costa Oeste com informações são da assessoria de imprensa do MP