Mesmo com crise, Itaipulândia gerou 881 empregos em 2020

Compartilhe:

O Governo Federal divulgou os dados registrados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), referente a empregabilidade geral do país no até o mês de junho. Pelo site, http://pdet.mte.gov.br/caged é possível consultar o saldo de trabalhadores formais, isto é, registrados pela Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) em qualquer município da União.

No sul do país, somente Rio Grande do Sul constou saldo negativo, relacionado aos desligamentos. O Paraná cresceu em geração de empregos, após três meses de índices negativos, reflexo do começo da crise econômica desencadeada pela pandemia do vírus SARS-CoV-19, ou Covid-19. O estado já é o 6º melhor no país em oportunidades.

Segundo dados apresentados pelo Ministério do Trabalho, Itaipulândia também registrou saldo positivo na geração de empregos. Entre janeiro e junho deste ano, 881 vagas foram criadas, ao passo em que houveram 502 demissões, totalizando saldo positivo de 379 oportunidades abertas.

O mês em que mais houve admissões é janeiro, com 200 pessoas empregadas. Já o mês com maior número de demissões foi março, registrando 108 dispensas. No entanto, proporcionalmente, abril foi o mês de pior empregabilidade no município. Criou-se 78 vagas, mas 107 trabalhadores foram demitidos, saldando com 26 pontos negativos.

A expectativa é de que, conforme a crise seja controlada, a economia local sinta menos o impacto, gerando mais oportunidades de renda aos trabalhadores.

Assessoria