Mulher que morreu a espera de atendimento na UPA é velada na Acesc

Compartilhe:

Marem Lidiane Biavati que morreu a espera de atendimento na Unidade de Pronto-Atendimento no Jardim Veneza é velada na Capela B da Acesc – região Central de Cascavel.

O velório iniciou durante a madrugada de terça-feira (18) e o sepultamento está marcado para às 16h, mas ainda não há confirmação de cemitério.

O caso

A mulher, segundo familiares, estava há espera de atendimento na Unidade com dores no peito, mas a demora no atendimento médico e a piora no quadro clínico da vítima o levaram a morte. Marem de 36 anos é mãe de dois filhos e a família está inconformada com a situação.

A tia de Marem, Gema Inês Biavati, conversou com a CATVE e revela que: “Conversei com várias pessoas na hora, me falaram que foi horrível a maneira com que lidaram com a família. A filha da minha sobrinha desmaiou ao saber que a mãe tinha morrido e disseram: a sua mãe morreu, você tem que aceitar. Pode ser uma fatalidade, mas são pessoas despreparadas para lidar com uma situação como essa”, descreve em tom de desespero.

A Prefeitura de Cascavel, por meio da Secretaria de Saúde emitiu uma nota e informou que “Todos os esforços foram realizados a fim de reverter o quadro, porém, a mesma não resistiu”.

 

Fonte: Catve.com